dar vida aos anos
e anos à vida

previne a doença

aumenta
a vitalidade

optimiza os níveis hormonais

retarda
o envelhecimento

melhora
o rendimento intelectual

melhora
a auto-estima

MEDICINA ANTI-ENVELHECIMENTO, FUNCIONAL E REGENERATIVA

Prolongar a qualidade de vida é um dos principais objectivos da nossa sociedade.

A saúde de cada um de nós é o resultado das escolhas que fizemos e fazemos nas nossas vidas; é a soma do que foi a nossa vivência até ao dia de hoje. A saúde da nossa mãe durante a nossa gestação, os medicamentos que nós fomos tomando ao longo da nossa vida, a alimentação que tivemos, os químicos a que fomos expostos, os genes de que somos portadores, o stress, a poluição ambiental, as relações inter-pessoais, o exercício que fazemos e um sem número de outros factores criaram o nosso actual estado de saúde.

A saúde é determinada pelo que os nossos genes “mandam” as células fazer. Sabe-se hoje que o nosso estilo de vida tem um tremendo impacto nos nossos genes, na expressão genética. Assim, enquanto que aqueles determinam, de certa forma, a nossa predisposição para determinadas doenças, o nosso estilo de vida pode fazer a diferença entre elas se desenvolverem ou não.

Para, com o decorrer dos anos, não perdermos as nossas capacidades físicas e mentais é forçoso encontrarmos o estilo de vida que é mais conveniente para a nossa saúde, a fim de darmos qualidade e vitalidade aos longos anos de existência.
“Dar Vida aos anos e Anos à vida” é o lema do Anti-Aging.
O programa de Anti-Aging dirige-se a todas as pessoas com mais de 35 anos de idade que, apesar do passar dos anos, querem:

  • sentir-se jovens e deixar transparecer essa juventude para a sua aparência física;
  • manter as suas capacidades físicas e intelectuais em excelente forma;
  • optimizar a sua saúde, prevenindo as doenças cardiovasculares, tumorais, osteo-articulares, neurodegenerativas, entre outras.

A nível mental/cognitivo:

  • melhora o rendimento intelectual: a memória, a capacidade de concentração, a velocidade de raciocínio;
  • melhora os sintomas relacionados com o declínio das hormonas em geral (irritabilidade, tristeza, depressão, entre outros), com ênfase para as hormonas sexuais masculinas e femininas (diminuição do desejo sexual, por exemplo);
  • aumenta a vitalidade e a sensação de bem-estar, em geral.
A nível físico:

  • melhora os sintomas físicos relacionados com o declínio hormonal, principalmente das hormonas sexuais masculinas e femininas (menopausa / andropausa): combate a fadiga, secura vaginal, impotência, perda de massa muscular e óssea, diminuição das capacidades físicas, perda da elasticidade e hidratação da pele, entre outras;
  • melhora a condição física, aumentando o tónus e a massa musculares, a flexibilidade e os reflexos; diminui a percentagem de massa gorda;
  • aumenta os processos de reparação e revitalização celular, diminuindo os factores que influenciam o envelhecimento das células;
  • diminui o risco de varias doenças, tais como as cardiovasculares, neurodegenerativas e oncológicas;
  • melhora as defesas do organismo contra as doenças em geral.

Inicia-se com a colheita minuciosa da história clínica, seguida de uma série de exames detalhados, que abrangem diversos parâmetros relacionados com o envelhecimento:

  1. avaliação de idade biológica;
  2. estudo da composição corporal;
  3. avaliação do sistema gastro-intestinal e função digestiva;
  4. avaliação das funções cardiovascular, respiratória;
  5. estudo do sistema músculo-esquelético;
  6. estudo psicológico, cerebral/cognitivo;
  7. rastreio oncológico;
  8. exames laboratoriais:

  • estudo bioquímico/metabólico;
  • estudo hormonal: perfil hormonal feminino e masculino, hormonas das supra-renais, da tiróide, etc.)
  • marcadores tumorais;
  • marcadores de risco cardiovascular;
  • estudo das intolerâncias alimentares (ex: A200);
  • estudo detalhado da flora intestinal (ex: "Disbiose Intestinal");
  • perfil dos ácido gordos;
  • perfil vitamínico, mineral,...;
  • estudo dos metais pesados (mercúrio, alumínio, chumbo,...);
  • brainscreen e perfil dos neurotransmissores (melatonina, precursores da dopamina, serotonina, noradrenalina estudos genéticos: nutrigenético e anti-aging (risco relativo de desenvolver determinadas patologias, como o cancro, as doenças cardiovasculares, etc.);
  • outros...
Após a realização de todos os exames, obtém-se um perfil personalizado do envelhecimento de cada indivíduo, de onde se destacam as áreas em que se deve centrar o tratamento;
Após realizados todos os exames, obtém-se um perfil personalizado do envelhecimento de cada indivíduo, de onde se destacam as áreas em que se deve centrar o tratamento.

Com base nestes elementos, desenvolve-se um plano de tratamento, elaborado em estreito dialogo com o paciente e “à sua medida”, ou seja, o mais personalizado possível.

As áreas de intervenção do tratamento anti-envelhecimento são muito abrangentes:

  • tratamento nutricional: “nós somos o que comemos”, daí a importância de se desenhar um programa nutricional adequado às necessidades e problemas de saúde de cada individuo, para se optimizarem os seus efeitos;
  • administração de suplementos alimentares: anti-oxidantes, vitaminas, minerais, oligoelementos, aminoácidos, ácidos gordos,... com os objectivos de suprir as necessidades de cada paciente, de reparação do organismo e de melhoria das suas defesas, entre outros;
  • administração de hormonas ‘bio-idênticas” (hormonas naturais, com composição muito semelhante à das hormonas humanas: mais eficazes e com menos efeitos secundários), se for necessário restabelecer os níveis hormonais óptimos, de forma a minimizar os efeitos deletérios do seu declínio, com o envelhecimento;
  • programa de exercícios mentais, para manter uma boa função cerebral, minimizar os efeitos do stress e o deterioro das funções cognitivas;
  • programa de exercício físico, completamente feito à medida da forma física, patologias, necessidades e outras características de cada individuo, incluindo, sempre que possível, exercícios que comprovadamente contribuem para o aumento da longevidade. Este programa é elaborado, sempre que possível, por um Fisiologista do Exercício, com a colaboração de um Personal Trainer, e em consonância com a Nutrição, a fim de optimizar os seus resultados.
  • programa de recuperação motora: Fisioterapia.
  • ensino de técnicas de relaxamento e de combate ao stress.
  • reflexão sobre o estilo de vida mais adequado a adoptar, atendendo, sempre que possível, às indicações do estudo genómico, com o intuito de melhorar o estado de saúde, prevenir a doença e aumentar a qualidade de vida do utente.

PORTO

Clínica ARIADNE
Rua Aristides Sousa Mendes nº225, 1º, A3 (em frente ao parque da cidade)
4150-008 Porto
Telemóvel: 917 841 455
Telefone: 226 168 460